um pouco do que me interessa

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Aos 26 anos



Ando sentindo umas coisas que não entendo direito. Não gosto de não entender o que sinto. Não gosto de lidar com o que não conheço.

Lutar em segredo, fechado no quarto, sem que ninguém saiba. Para os outros, mostrar só o melhor de si, a face mais luminosa


Creia não há tanta tristeza
só uma melancolia
mas quando alguém vai acreditar
que tem dias que eu estou sorrindo por dentro?


Tentando ser a melhor Petit possível
eu vejo a mudança

CONTE -ME UMA HISTÓRIA E EU TE FAREI BOLINHOS

Precisava dar notícias pra mim mesma
Escrevo para ler-me
Escrevo por que o corpo parou diante da rotina
Consigo por as meias novas coloridas no chão gelado da nova casa
Repousar o corpo no puff gelado e perceber que preciso de um sofá para casa

Antes de completar meus 27 anos de muitas coisas
Percebo-me
Julian Casablanca canta pela casa
desejo um garoto fofo rsrsrs .Saio na rua e fico olhando todos os meninos de vinte anos, como se cada um pudesse ser ele.
O frio na cidade cinza
Percebo-me doce
Com vontade de dançar vestida de bailarina
Com um montde balões felizes coloridos nas mãos
A vida tem sido sortuda em alguns aspectos
dura com palavras de muitos
o que me afeta
caio
e volto
Algumas nuvens boas vindas do céu
Algumas tempestades
chovo por dentro,pois sinto vergonha em derramar chuva...começei achar este ato bobo
O coração tá bem açucarado e ponho meu romance nos palcos ,mais do que na vida
Um amor platônico e por vezes idealizado pela minha arte
Sendo vista
viajando
cansando-me
Tendo surpresas com pessoas
cada dia desacredito muito no ser humano
acho todo mundo muito roxo e negro
não querendo ser isso com muita fé
acho que concordo com a moça do cabelo ruivo:não pese,não sofra
machuco-me
dizem que machuco
me puno
e revido
não vim aqui para ser analisada por você
eu te aceito,então deixo você ser
tem muita gente que não acredita que as aceito
A cidade etsá bem como eu quero
as pessoas não
pensei em fugir num balão para o colo do pai
sinto uma liberdade em poder fazer o que quiser
mas me recolho
e foco
tanta opéra a ser feita(o que me causa uma alegria)
uma farsa a ser feita( pazes...o tempo muda)
um par de asas a ser posto em setembro
um câmera em agosto sobre a face
um nariz vermelho em julho
muitas luzes a serem compartilhadas
amigos me cobrindo e me tratando com 6 anos
e pulo de alegria por dentro
não me deixem endurecer
que o peso dos 20 que um dia viram 30
seja doce
eu viro adulta quando
o momento me pede
mas não me peça para endurecer
quando o que mais quero
é escutar roberto carlos e ser brega romântica
quando acho amarelo claro uma cor infantil
quando me abraço nos amigos e vejo quanto amor há em mim
tanto sonho que pedi
um sonho realizado de festival
tanta coisa
mesmo faltando algo
tanta possibilidade de preenchimento
por uma noite
e não aceito
por achar falta de respeito
Por que você acha que eu deixaria
você adentrar a minah casa para me usar?
Eu quero romance babe
sempre quis
pra escrever as coisas bonitas do Caio para alguém
cantar de madrugada
ficar no colo
mas aceito o tempo
me afasto dos que mentem
eu impedi muita coisa
às vezes tenho recaidas
escrevo emails idiotas,
depois me recomponho
vejo:ele não merece
não acredito em voltas do passado
acredito nos encontros e desencontros
nestas coisas que remexem o estômago e no aceleramento do coração por alguns segundos
dos 26 anos levo um monte de tombos
uma solidão esolhida e um afeto doce pela arte
ainda sonho
sonho demais na cama espaçosa
repartida com o pequeno cão presente
ainda sonho como todos personagens de Sofia Copolla
esta música do strokes pela casa
me faz pensar
somewhere
somewhere
danço com a luz do sol entrando pela janelinha da casa
falo besteira para rir de mim mesma
acredito na vinda de alguém
estes que mudam tudo para melhor
sim
um ar de sofia copolla
ando vendo filmes demais no meu coração
ando tendo sonhos demais
mas nunca
tive um aniversário tão leve
de não ter um sofrimento
de ir atrás só dos que me querem bem
acho que as coisas tendem a melhorar
se eu me afastar
afastar do que fui
qualquer coisa que machuque devoro e vomito
acho que a vida tem muita coisa doce para dar
eu tenho muito amor para dar
e muita coisa querendo aprender

sonho:paris,frio,mimeses coporea,um filme,um beijo lento,um sorriso após o fim,dinheiro suficiente,roupas aconchegantes,uma parede colorida,blanche crescendo com saúde,amigos sinceros,bolos aos domingos,conchinha durante a semana,conhecer,viajar,viajar,viajar,crianças,batom vermelho,avião,meias quentes,chocolates quentes,são paulo à tarde,aplausos,reconhecimento,convites,vinhos,abraços sinceros,colos,filmes,filmes...suspiros

eu desejo
mesmo sendo
um pouco Clarice
um pouco sarah
muito de caio
muito de billie
eduardo
etta
francesa
godard
garden state
encontro e desencontro
piaf
copolla

tanta coisa transbordando e guardo

deseja-me um feliz ano de 27 anos



2 comentários:

Joshuatree disse...

Bom ... Que vc seja tão feliz e espaçosa, em teus 27, quanto foi até ontem,em seus 26.
Gostei de ler o que vc me deixa sentir.

Valeu e feliz aniversário, outra vez.

M. disse...

...
???

Se quiser conversar, liga-me.
Beijo gatinha, e felizes 27 anos com cara de 20, alegria de 7 e coração de 60!

Relax, baby...