um pouco do que me interessa

domingo, 7 de março de 2010

Post de mágoa



"A vida é sempre aquela dança; Aonde não se escolhe o par; Por isso às vezes ela cansa e senta um pouco pra chorar"
eu até ia me acabar
por o corpo na rua
meu bloco na rua
meu coração pra se entregar após todo esse tempo
sem carinho
nem afago
mas decidi ficar quieta
diante de tanta decepção
morreu o atual amor (Sobrou desse nosso desencontro; Um conto de amor sem ponto final" ) Pois você sumiu no mundo sem me avisar; E agora eu era um louco a perguntar; O que é que a vida vai fazer de mim?"
morreu o antigo amor mentiroso ("O verdadeiro amor sempre é o que morre" )
nunca deixe alguém pôr o peso de suas escolhas em você
nunca volte para ninguém numa escada chorando te prometendo
por que não ficou com ela?por que não me deixou quieta e feliz como estava?eu minha tatuagem nova
nunca aceite alguém na sua vida pela segunda vez
nuncaaaaaaaaaa
eles não mudam
eles fingem
eu fiquei com estômago virado
tô vomitando até agora
tô com nojo da lembrança
tô querendo nunca mais te encontrar nesta cidade
baixou uma Joana,ela sempre volta
e eu não desejo que seja feliz
eu vou guardar teu olho assustado ao me ver
e tuas palavras duras e loucas
e não ponho ninguém na minha carência
pois ninguém sabe cuidar o amor
vá a merda com sindromes de Jaspion
o teu coração que é cheio de espamos malucos
do outro
eu já nem falo
já não quero falar de mim
já nem sei que falar
Na casa de espelhos; Espalho os meus rostos; E finjo que finjo que finjo; Que não sei"
evangeline estrela amiga
me diz alguma coisa
tira fantasmas do coração
não faça o vagalume morrer

oca -Esse silêncio todo me atordoa; Atordoado eu permaneço atento"

"Me responde, por favor; Pra onde vai o meu amor quando o amor acaba"


últimos dias
encaixotando
encaixotando tudo e eu

Um comentário:

Vivis disse...

deixa em paz meu coração...