um pouco do que me interessa

domingo, 30 de agosto de 2009

Eu já não sei

Dentro de um copo de bebida
Cai na caam de tão embriagada de paixões
Sou um fado
Sou tanta coisa
Eu preciso que me vistam de amor ,pois tô nua


Sendo olhada
Admirada
Nada completa

Cenas ridículas em banheiros
Intensa
Intensa demais
Confusa

Fui no bar que nos conhecemos

Me disseram que não sou a mesma
Eu sou aquela que etnat se sujar,sem amores,sem carinhso,....querendo parques de diversões...
Garotos tem medo de mim


MAS QUEM ME CONHECE SABE O QUERO
E O QUE QUERO É O IMPOSSÍVEL

Eu já não sei .Se fiz bem ou se fiz mal.Em pôr um ponto final.Na minha paixão ardente.Eu já não sei.Porque quem sofre de amor A cantar sofre melhor.As mágoas que o peitosente.Quando te vejo e em sonhos sigo os teus passos.Sinto o desejo de me lançar nos teus braços.Tenho vontade de te dizer frente a frente .Quanta saudade há do teu amor ausente.Num louco anseio, lembrando o que já chorei.Se te amo ou se te odeio.Eu já não sei.Eu já não sei.Sorrir como então sorria Quando em lindos sonhos via A tua adorada imagem.Eu já não sei .Se deva ou não deva querer-te.Pois quero às vezes esquecer-te .Quero, mas não tenho coragem

Um comentário:

Alice do país das maravilhas. disse...

fica bem, mujer.
pensa em coisas boas. viram coisas boas.